Gabriel Silva

O Reino dos Céus é semelhante…..

In Congregações on 15/02/2008 at 11:03

(COMUNIDADE CRISTÃ DE ALBASINE –    MOÇAMBIQUE) 

Como esta semana temos sido desafiadas pelas Parábolas de Jesus, que nos convidam a descobrir que o Reino sai e cresce do pequeno…aqui vai mais uma partilha de um desses sinais…

Muitas vezes tenho tido vontade de partilhar tanta riqueza como recebo, quando vou às comunidades cristãs mais do interior…Regresso quase sempre com o “coração a cantar”… é quando creio entender aquele “estremecimento de alegria” de Jesus por ver como os pequenos captavam o Reino…Mas…a lufa-lufa do dia-a-dia, não deixa a gente parar para saborear o bom que vamos vivendo, para saborear a “água que nos mata a sede”…É verdade irmãs, são partilhas espontâneas às leituras que muitas mamãs e papás, na sua simplicidade saem à frente, às vezes desde o fundo da capela, para virem partilhar aquilo que a leitura lhes disse ao coração…Dizem que não conseguiram ficar calados…E vão directamente à vida do dia a dia, a maioria das vezes falando de factos concretos da sua vida, núcleo, comunidade, bairro…A mim interpela-me: Porquê nós, com tanto ouvir a Palavra todos os dias, com tanto estudo de Teologia, de Bíblia, nos custa tanto partilhar a nossa fé?!

Bom, talvez estou a ser injusta e há honrosas excepções, mas creio que é uma doença de que não sofro só eu, não é verdade, Irmãs?!

Mas o que sobretudo nos lança é o grande desafio de honrarmos as nossas origens e a nossa identidade: Ordem dos Pregadores…

Mas o pequenino sinal do Reino que queria muito, em família, partilhar-vos, era a “fome” da Palavra de Deus que vejo e sinto sempre mais no nosso povo. Em gente adulta e nos jovens, em mamãs e em papás.

Estamos, na Arquidiocese de Maputo, em Assembleia Arquidiocesana, em que durante 3 anos,  vamos intensificar a nossa vida cristã nas comunidades e núcleos.

O Ano passado tínhamos o Ano da Palavra. Começámos por incentivar na comunidade, a compra da Bíblia. Colocá-la na lista das prendas a dar ao nosso afilhado/a de Baptismo, Crisma, Casamento, etc.  Vimos que realmente as pessoas entenderam e daí surgiu a iniciativa de fazermos um pequeno Curso de Iniciação à Bíblia que assim nasceu:

  
Formámos uma pequena equipa, 4 catequistas e eu. Entre todos combinámos o horário e ninguém viu inconveniente que fosse todos os Domingos às 7 horas, ficando assim com uma hora e meia antes da Celebração, que começa às 8h 30m.

Iniciámos no 1º Domingo de Dezembro e durante dois meses cerca de 40 cristãos, papás e mamãs , – alguns de bastante idade -, e muitos jovens, rapazes e meninas.

Embora se tenham metido pelo meio os dias de Natal e Ano Novo, nenhum deles quis interromper. Eu, no 1º dia fiquei mesmo envergonhada, porque ao chegar às 7 h e 15m, encontrei-os já a trabalhar, conversando dois a dois sobre o que para eles era a Bíblia, conforme a dinâmica que previamente tínhamos preparado em equipa.

Cada um recebeu um livrinho onde podia aprofundar em casa o que propúnhamos para lerem e depois responderem a algumas perguntas. Como o tomaram a sério!…

Por fim quiseram fazer um teste, em que participaram 32 pessoas, o qual dava direito a receberem  um Certificado de Aproveitamento. Este foi entregue durante a Celebração e  cada um  foi ovacionado por toda a comunidade.

A seguir à Eucaristia, seguiu-se a correcção do teste e foi, também, um momento muito bonito. Tínhamos escrito as respostas mais pessoais ou mais completas que tinham dado e que mereceram, de modo espontâneo, as palmas de todos. Foi um verdadeiro “saborear” de partilhas tão profundas e tão pessoais de muitos e uma oportunidade para os mais fracos aprenderem dos outros…Um dos papás, levantou-se para dizer: “Irmã eu não mereço esta classificação, pelo que eu respondi, só posso merecer um medíocre… Não fiquemos por aqui, pois sinto uma fome muito grande de aprofundar mais…”

Esta foi a tónica de todo o agradecimento: ”Temos fome de mais!”

Não posso aqui deixar as suas respostas, mas quero dizer-vos que muitas delas, sobretudo as pessoais, me “evangelizaram”, desafiaram a minha Fé… Transcrevo apenas duas , sendo a primeira duma mamã, que respondeu ao que é para ti a Bíblia?: “ A Bíblia para mim é um livro sagrado, onde encontro leituras que confortam o meu espírito e alimentam a minha alma”. E um jovem diz no seu compromisso: “ “Quero dedicar-lhe mais tempo…Quero fazer amizade com ela  (Bíblia), para me enriquecer com a sua verdade…para descobri-la sempre mais e a poder partilhar com os meus irmãos”.

 A seguir terminamos com um lanchezinho preparado em segredo, com muito carinho, por eles: um bolinho feito por uma das mamãs, umas chamussas e um refresco…

E o sentimento de sempre: SENTIR-TE EM FAMÍLIA…PARTILHA DE IRMÃOS…

Obrigada, Khanimambu

Comunidade S. Carlos Lwanga de Albasine!

Inocência

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: