Gabriel Silva

Mensagem aos Religiosos e Religiosas da Europa

In Documentos, Internacional on 24/02/2008 at 14:33

Paixão por Cristo, paixão pela Humanidade, vividas em comunidade

Esta mensagem final é fruto da reflexão e da experiência de comunhão, vivida nestes dias, pelas 38 Conferências Nacionais dos Superiores Maiores de 26 países de toda a Europa.

Europa, realidade complexa e variada, feita de muitas identidades culturais, muitas etnias e muitas línguas, apoiada por religiões e convicções diversas.

Europa, terra de grandes possibilidades e de impulsos de solidariedade, de tantas pobrezas com novos nomes, projecto audaz de unidade e encruzilhada de individualismos nacionais.

Europa, terra prometida e muitas vezes recusada aos pobres que batem às suas portas e pedem um espaço de esperança e de justiça.

Nós, religiosos e religiosas, sentimo-nos filhos desta Europa de dolorosa história, com as mesmas tensões, contradições e fraquezas, mas somos também portadores de um grande projecto de espiritualidade e de fraternidade.

Nas pegadas dos nossos irmãos e irmãs que, ao longo dos séculos, favoreceram o nascimento da sua identidade cultural, humana e cristã, hoje também nós queremos contribuir para que a Europa não perca as suas raízes profundas.

Nós cremos que a comunidade, dom do Espírito, afirma o primado de Deus e o seu Reino, porque é o lugar do encontro com Cristo que nos escolheu e reuniu, e nos dá a graça de responder ao seu amor, vivendo uma fraternidade autêntica, alegre e legível.

Nós cremos que a comunidade é uma verdadeira escola que conduz a um processo de conversão do eu ao nós, suscitando a paixão pelo encontro e o gosto de ser feliz juntos.

Nós cremos que a comunidade é escola de relação, na qual se tecem pacientemente os laços com o outro, pondo em comum os recursos, as dificuldades e as fragilidades de cada um. A força da relação constrói comunhão e a unidade cria-se integrando as diferenças.

Nós cremos que a comunidade é escola de reconciliação e perdão. A procura da verdade deixa emergir a dor e o limite, reconhece o mal em nós, fora de nós, e denuncia-o, pondo gestos de paz.

Nós cremos que a comunidade é escola de hospitalidade, para dar espaço a Deus e aos outros, e escutar o grito dos excluídos, dos humilhados, dos imigrantes. Animados pela paixão pela humanidade, pomos em prática os meios que possam restituir dignidade à pessoa.

Nós cremos que uma comunidade evangelizada é chamada a evangelizar. É uma missão que se realiza de modo novo: com uma presença humilde, com uma colaboração crescente entre os diversos institutos e os leigos, com uma linguagem nova de misericórdia e de esperança.

Este é o contributo que queremos dar, como religiosos e cidadãos, ao futuro humano e espiritual da Europa.

Assembleia Geral da UCESM (União das Conferências Europeias dos Superiores/as Maiores)
Torhout, Bélgica – 11-17 de Fevereiro de 2008

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: