Gabriel Silva

Início do Capitulo Geral

In Frades on 19/07/2016 at 19:44

bologna

Teve início no sabado, dia 16 de Julho o Capitulo Geral dos frades Pregadores, na cidade italiana de Bolonha onde repousam os restos mortais do seu fundador, São Domingos de Gusmão. Este Capitulo Geral assume particular simbolismo por decorrer no âmbito do ano jubilar de comemoração dos 800 anos da fundação da Ordem dos Pregadores.

A cada 3 anos celebra-se um Capitulo Geral. O de 2016 é de Provinciais, os responsaveis eleitos em cada província da Ordem. O anterior havia sido de Definidores, isto é, frades eleitos no seio de cada província e que a representam. O próximo Capítulo Geral, em 2019 será electivo, participando então um Definidor eleito pelas bases e o Provincial.

O Papa Francisco enviou uma mensagem de saudação aos capitulares afirmando que «auspicia que todos os que seguem o carisma de São Domingos – incansável apóstolo de graça e perdão – compassivo com os pobres e ardente defensor da verdade – possam testemunhar misericórdia, professando-a e encarnando-a na vida, e possam ser sinais da proximidade e da ternura de Deus, assim que a sociedade de hoje possa redescobrir e urgência da solidariedade, do amor e do perdão».

Festa no 6 de Maio

In Congregações, Jubilaeum 800 on 19/07/2016 at 19:36

Mais uma vez o Centro Social e o Bairro 6 de Maio estiveram em Festa e festa grande. Este ano juntou-se mais o motivo da celebração dos 800 anos da Fundação da ORDEM DOS PREGADORES (Dominicanos). É de facto um motivo “maior”, o que nos levou a empenhar-nos ainda mais na sua preparação e no desejo de ser uma verdadeira festa.

No final e nas avaliações feitas era espontânea a alegria com que se dizia: MUITO BEM! MUITO BONITO! GRAÇAS A DEUS!

A Festa foi precedida, como sempre, pela oração do Terço em casa duma Família do Casal da Mira, do Bairro 6 de Maio e do Casal da Boba. Já estes momentos foram de verdadeira festa e de encontro, de antigos moradores dos Bairros.

Foi ainda precedida pela habitual visita das crianças da Creche e do Pré-escolar aos doentes e velhinhos do Bairro.

Os tempos fortes do dia foram, como sempre:

-A EUCARISTIA que contou com cânticos propostos e animados pelos Grupos de: S. Tomé e Príncipe, Capelania Africana, Equipa d ´África, GASNova, Shoenstatt, e Bairro 6 de Maio. Teve momentos muito festivos, como é próprio das celebrações em África, e momentos bem emotivos, até porque se fez memória da Deolinda e do Xico, que faleceram durante o último ano e fizeram parte do Grupo fundador que organiza estas festas. A demolição do Bairro, que está a acontecer de modo rápido, não podia estar ausente. Um momento sempre esperado é a nomeação surpresa dos novos Juízes e o testemunho dos representantes das várias Instituições presentes. Participaram vários membros dos vários Ramos da Família Dominicana. Acima de tudo houve momentos que apelaram à interiorização, à verdadeira celebração da fé.

– O ALMOÇO partilhado sempre muito abundante e com ementas típicas de diferentes países.

-A TARDE CULTURAL que desta vez abriu com o José Calissá, trazido e apresentado pelo locutor da Antena 1, José Candeias, com o seu bonito e muito original instrumento de Kora. Seguiram-se as atuações das Crianças da Creche, Pré-Escolar e Mediateca, que são sempre muito esperadas. São verdadeiros artistas. Toda a tarde foi muito animada, mas destaca-se, até por estarmos a viver os tempos do Europeu 2016, a atuação do Sérgio Rasta, Pai do Renato Sanches, que é um grande artista e animou, ainda mais, toda a gente.

Temos muitas GRAÇAS A DEUS por ter sido um dia lindo, por terem participado tanta gente amiga e conhecida, ex-residentes dos Bairros e por tanta gente se empenhar e trabalhar para que esta festa corra bem.

Ir. Deolinda

Fonte: Missionárias Dominicanas do Rosário

FR. LUIS DE FRANÇA

In Frades on 04/07/2016 at 14:27

frei luis françaO fr. Alberto Luís França de Oliveira nasceu em Lisboa 20 de Junho de 1936. Depois de ter completado os estudos em engenharia química, entrou na Ordem Dominicanaonde professou 13 de Abril de 1960. Fez os estudos de Teologia no Canadá e emFrança, onde foi ordenado no dia 29 de Junho de 1969. Em 1971 regressa a Portugal e é assignado à Comunidade João XXIII.

O fr. Luís de França teve uma presença muito activa quer a nível cívico quer eclesial.
Foi membro da Direcção do IED (Instituto de estudos para o desenvolvimento) e, entre 1998 e 2004 assumiu a presidência da OIKOS, da qual era membro fundador. Foi também membro fundador do CRC (Centro de Reflexão Cristã) e Associado do Metanoia.

Na altura da Revolução de Abril teve um papel interventivo na rádio e na televisão, sobretudo com a apresentação do programa “cada dia uma esperança”. Publicou também um importante estudo sobre o comportamento religioso da população portuguesa, editado em 1981.

Como dominicano e como padre foi capelão do Colégio Manuel Bernardes entre 1997 e 20012, conselheiro espiritual das Equipas de Nossa Senhora, Prior deste convento em 1996, por um triénio, e Mestre de estudantes entre 1997 e 2002. No ano de 2001 participou no Capítulo Geral de Providence, como Definidor.

No ano 2005 pediu para ir para o nosso Vicariato, em Angola, onde esteve ligado à formação dos postulantes, ao Mosaiko e, nos últimos anos, à Universidade Católica de Luanda, como professor.

Que o Deus de misericórdia, que o fr. Luís amou e serviu o acolha na sua paz e lhe dê o descanso eteno, no lugar da consolação, da luz e da paz.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.